NOTÍCIAS DO CAMPO

O homem que morreu pela verdade


John Huss nasceu em uma família humilde na Boêmia, local onde hoje se encontra a Tchecoslováquia. Ele se tornou padre, mas ensinou as verdades da Bíblia, pregando contra as doutrinas falsas da igreja católica.

Por causa dessas pregações, foi excomungado pelo papa. Para não agravar a situação, Huss deixou sua cidade e passou a viajar, pregando em igrejas e ao ar livre.

Porém a igreja católica condenou Huss à fogueira. Antes de ser queimado vivo, foi perguntado muitas vezes se negaria sua fé, mas ele continuou fiel a Deus. Ele morreu cantando e louvando ao Senhor.

Mesmo com um final triste aos olhos humanos, sabemos que Huss cumpriu sua missão se entregando totalmente. Vamos seguir esse exemplo de fidelidade a Deus e amor pela verdade!


Agenda

Confira os eventos que organizamos e participamos

Abrir o Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá, como podemos ajudar você?